O Colégio Luterano, uma Instituição de Caráter Confessional, ligado à Congregação Evangélica Luterana Redentor, filiada à Igreja Evangélica Luterana do Brasil, tem por objetivo maior a proclamação e a difusão da mensagem cristã do Santo Evangelho revelado pelo Criador através do seu Filho Jesus Cristo. Por esta razão, todas as atividades e programações devem ser estabelecidas e realizadas no sentido de ressaltar esta entidade confessional. Na consciência de estar “Educando para a vida”, o Colégio Luterano entende que é indispensável o engajamento de todos nesse projeto: da Direção, da Coordenação, do Corpo Docente e de todos os demais Funcionários. Portanto, o Projeto Pedagógico do Colégio Luterano, no intuito de manter uma Filosofia Cristã de Educação, com base no guia de Currículo para Escolas Luteranas “Integrando a Fé”, não apenas inclui aulas de Ensino Religioso no seu currículo, mas busca integrar os princípios bíblicos em todas as aulas, complementando desta forma, todas as ciências com o autêntico e Verdadeiro Espírito do Evangelho.

1. O Enfoque Principal

A educação cristã tem como principal enfoque o ser humano, a sua relação com Deus, com o próximo, com o mundo e consigo mesmo. Educamos quando fazemos um esforço sistemático para promover esse relacionamento e desenvolver a perspectiva, as convicções, os valores e a conduta cristã do educando.

2. A Fonte da Verdade

A Bíblia é a única portadora da verdade salvadora de Deus em Jesus Cristo, revelada ao homem pelo poder do Espírito Santo, que atua pela palavra de Deus e através dos sacramentos do Batismo e da Santa Ceia. Dessa forma se estabelece o projeto fundamental de Deus em relação ao ser humano, que é a vida, a vida com liberdade real, que só alcançamos quando temos o senhor correto e deixamos Deus ser Deus.

3. A Natureza Humana

O cristão reconhece que o ser humano recebe a vida por criação de Deus, mas que esta vida é desgastada por uma natureza que se opõe a Deus e conduz a morte. Porém, o ser humano tem o mais alto valor, porque foi redimido e amado por Jesus Cristo, Filho de Deus e Salvador do mundo. Pela fé em Cristo, o Espírito Santo cria e sustenta uma nova natureza, uma vida que atua com nova vontade e amor no mundo, que atravessa a morte e atinge a eternidade bem-aventurada com Deus. O papel do ensino cristão é o de repassar ao educando este autêntico valor da vida, comunicando-lhe o evangelho de Cristo para fazê-lo crescer na fé e na liberdade para amar e servir em todos os aspectos da sua vida.

4. A Orientação da Vida

O educador cristão considera a vida como dádiva suprema, e a lei de Deus como princípio invariável que conduz ao reconhecimento da necessidade de transformação e constante aprimoramento. Reconhece ainda nas diferentes ordens sociais criadas por Deus – a família, o casamento, a educação, a economia, a sociedade, o Estado, a comunidade religiosa e outras, com leis variáveis, que permitem e promovem o convívio das pessoas em sociedade.

5. A Abrangência

A educação cristã é relevante para toda a vida do ser humano e penetra todas as fases da sua existência. Todas as criaturas foram criadas por Deus e a Ele pertencem. Por isso, a escola cristã não se destina somente a cristãos, mas é uma escola pública. Todos têm o direito de conhecer o Caminho, a Verdade e a Vida verdadeiros, a saber, Jesus Cristo. Esta proclamação também é tarefa da escola luterana.

6. Os Agentes Educacionais

Os pais e a família são os primeiros responsáveis pela educação dos filhos e têm o direito soberano de optar pelo ensino que desejam. O Estado tem a responsabilidade de promover a justiça civil e o bem-estar social e, nesse sentido, participar do esforço comum de propiciar o ensino, a educação e a cultura do cidadão. Educação é um processo unitário, e cabe ao Estado favorecer a associatividade de seus governados, na promoção da unidade, do equilíbrio e do destino dos mesmos.

7. Os Recursos Humanos e Materiais

O professor cristão assume uma posição de elevada responsabilidade ao desenvolver suas potencialidades e colocá-las a serviço do ensino na escola confessional. Procura, por sua vez, orientar o educando, seus familiares e a comunidade social, para a realização plena de sua vida social, emotiva, física, intelectual, profissional e religiosa. Nesse sentido, os pais e educadores investem em conjunto os recursos fornecidos pela comunidade social, política, econômica e religiosa, energias e bens materiais na educação, como resposta ao amor de Deus por vidas que não tem preço.

8. Ética Educacional Luterana

A Ética Educacional de Lutero é a teologia bíblica aplicada à educação. A pessoa é valorizada acima da função que exerce. A responsabilidade pelos atos é pessoal. Os valores que promovem a vida, o amor e a justiça, são estabelecidos por Deus e revelados pela escritura sagrada e não estão sujeitos a modificações culturais. A educação, pela visão da ética cristã, cria necessariamente a prática da solidariedade, da preocupação com o outro, de viver e de ajudar a viver. Pois, o amor se doa à serviços infinitos.

A partir desta concepção, o grande e único objetivo de uma escola cristã luterana é educar o seu aluno para uma vida cristã atuante nas diferentes ordens sociais nas quais está inserido. Desta forma, o prepara para desempenhar a sua vocação/profissão na sociedade, como alguém responsável por si mesmo, pela sua família, e pelo seu próximo diante dos homens e diante de Deus.

Para isto, os pais são os primeiros responsáveis pela educação dos seus filhos. O Estado, além de promover a justiça civil e o bem-estar social, deve oferecer aos pais a opção da escolha pela melhor escola para seus filhos.

Por outro, todos os profissionais que trabalham na escola confessional luterana, assumem uma elevada responsabilidade perante a instituição de ensino e perante os pais que matriculam os seus filhos na expectativa de um ensino e práticas verdadeiramente cristãs. Por fim, a ética educacional luterana entende que a educação cristã é relevante para toda a vida do ser humano e penetra em todas as fases da sua existência. Por isto e para isto todos os agentes da educação (pais, alunos, direção, professores, funcionários de todos os setores da escola) precisam servir, trabalhar, estudar e educar sob a ótica do amor de Deus, pois, só por ele somos motivados a ensinar e aprender para a Vida.

(Adaptado de: Associação Nacional das Escolas Luteranas – ANEL, 1986).

Fechar Menu